The best bookmaker bet365

Дървен материал от www.emsien3.com

Ensino a distância absorve 40% das novas matrículas em graduação no país

Em: 19 Setembro 2019 | Fonte: O Globo

Índice no ano passado foi de 33%, apontam dados do MEC; número de cursos na modalidade não presencial cresceu 50% em um ano

O número de cursos de graduação a distância no país cresceu 50,7% entre 2017 e 2018, de 2.108 para 3.177. A quantidade de alunos que ingressaram nessas formações subiu cerca de 28% no mesmo período, atingindo 1,3 milhão de pessoas no ano passado. Na contramão disso, o número de novos graduandos em cursos presenciais teve redução de aproximadamente 4%, totalizando 2 milhões de estudantes.

Os dados são do Censo da Educação Superior, divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério da Educação (MEC), e confirmam a tendência de crescimento do ensino a distância no país. Do total de ingressantes em cursos de graduação em 2018, 40% optaram pela modalidade não presencial. Esse índice era de 33,2% em 2017.

Um decreto assinado pelo presidente Michel Temer em 2017 flexibilizou os parâmetros para a educação a distância no ensino superior. A norma afrouxou os critérios para abertura de novos polos. Antes, era necessário uma visita in loco de técnicos do MEC para permitir a inauguração. A partir do decreto, bastava atender aos indicadores de qualidade estabelecidos pelo órgão.

A qualidade do ensino a distância é uma grande preocupação de especialistas. Na última avaliação do governo, feita por meio do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), somente 2,4% dessas formações obtiveram o conceito máximo, enquanto 6% dos cursos presenciais conseguiram a mesma menção.

Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), evitou fazer comentários em relação à qualidade dos cursos. Ele ressaltou ainda que todas as graduações em funcionamento no país atendem aos critérios exigidos pela Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior (Seres) da pasta.

O interessante é comparar o ensino presencial e o a distância na mesma instituição. O conceito Enade não se presta a essa comparação - afirmou.

A rede privada de ensino domina a graduação a distância. Do total de 1,3 milhão de alunos que optaram por cursos não presenciais em 2018, 95% estão em instituições pagas. As formações a distância com mais alunos, na rede particular, considerando o total de matriculados, são Pedagogia (23,4%) e Administração (11,4%).

logo abmes logo abrafi logo anaceu logo anup logo fenep logo fenep logo semesp

 

 
 

Online bookmaker Romenia betwin365.webs.com